O que muda nas vendas em 2021

O ano de 2020 foi marcado por mudanças, principalmente para as empresas, afinal os negócios tiveram que repensar o planejamento, as estratégias e as técnicas de vendas. Toda essa situação foi desencadeada pelo início da pandemia do Covid-19, em março.

Inclusive, antes desta crise mundial, a reforma de loja era muito mais comum, assim como a visita presencial em comércios, porém o distanciamento social modificou as formas de consumo das pessoas. 

Mas agora, com o final do ano se aproximando, os especialistas já começam a se planejar para compreender as mudanças necessárias nas vendas em 2021, procurando novas formas de agir e de perceber as variações de mercado.

Contar com um plano de ação pode ser fundamental para a saúde financeira de sua empresa, principalmente em épocas onde é preciso uma forte adaptação para se manter relevante no mercado.

Uma empresa que oferece sistema de segurança eletrônica, por exemplo, pode alcançar um público muito maior no ano que vai começar, utilizando a internet e se moldando a esse novo estilo de negócios.

Entenda como iniciar o seu planejamento

A primeira coisa que qualquer empresário precisa ter em mente é que 2021 será um ano como nunca antes visto. É preciso entender a realidade em que vivemos para conseguir se adaptar corretamente.

Até pouco tempo atrás, as vendas online estavam engatinhando no mercado, começando seu processo de consolidação. Hoje em dia, são a principal força mercadológica, sendo que esse padrão deve continuar mesmo após os processos de vacinação.

Ainda falando sobre as vendas online, todos os mercados passaram por uma grande adaptação, como foi o caso das lojas que vendem cadeira executiva giratória, inclusive esse meio registrou uma alta, tendo em vista que a modalidade home office foi adotada.

Portanto, vendas online se tornaram parte fundamental de qualquer empresa que deseja se manter relevante no mercado, forçando uma transformação virtual em muitos empreendimentos.

Ademais, o impacto do Coronavírus foi sentido por muitos negócios, que se viram forçados a realizar cortes de funcionários. Por conta de todas as mudanças necessárias para garantir a segurança de todos, o processo de compra sofreu modificações.

É preciso pensar, entretanto, em um plano que atenda a longo prazo. Responda a si mesmo o que você pretende alcançar no ano de 2021. Esse tipo de objetivo deve concentrar a otimização de todos os setores da empresa, incluindo:

  • Aumento de vendas;
  • Conquista de público;
  • Fortalecimento de equipe;
  • Qualificação de leads.

Para isso, é fundamental identificar os relatórios e análises do ano de 2020, principalmente, para saber quais são os elementos que devem ser repensados na nova estratégia.

Entender as dificuldades apresentadas neste ano permitirá uma nova forma de trabalhar, organizando-se para alcançar os resultados adequados.

Por exemplo, você, como gestor, pode ter reparado que a sua empresa não obteve muito sucesso no pós-venda de 2020, então para 2021 você pode apostar na entrega de canetas personalizadas da sua marca após a compra de um cliente.

É preciso começar a identificar quais serão os passos necessários para alcançar esse objetivo maior. Com isso, você consegue se estruturar para um planejamento mais imediato, identificando elementos necessários para um resultado positivo no próximo ano.

Estratégias de planejamento para 2021

Alguns elementos serão cruciais para uma evolução adequada nos processos empresariais desse novo ano. Muita coisa ainda é incerta, principalmente pela ausência de uma solução definitiva para a pandemia do Coronavírus.

Portanto, é importante entender quais são os elementos mais importantes para se adequar corretamente ao mercado:

1. Análise de números

A primeira estratégia é avaliar cada um de seus números pré-existentes, para conseguir compreender exatamente em que momento você se encontra. Para isso, observe seu funil de vendas e identifique os números em cada uma de suas etapas.

Além disso, é importante indicar a sazonalidade de seu empreendimento. Algumas empresas têm um acréscimo de números em épocas específicas do ano, onde você pode se focar para conquistar melhores resultados.

Por exemplo, imagine uma empresa que trabalhe com a venda de caixa para correio, esse processo depende de uma análise correta das informações apresentadas, bem como de uma observação completa dos detalhes.

Além disso, compreender a sazonalidade de um determinado produto permite que sua equipe de gestão pense em alternativas para vender o produto fora desses períodos, se for possível.

Identifique os custos relacionados a promoções e descontos. Muitas empresas, para tentar gerar um capital de giro maior, acabam sofrendo prejuízos com relação a promoções e baixa de valores.

Outro ponto, é que os clientes podem ter pedido um tempo para tomar a decisão de compra, congelando assim a proposta. Se você possui muitos clientes neste estágio, é importante retomar a negociação e restabelecer o relacionamento.

Identifique também aqueles que se mantiveram fiéis à marca, quais novos leads surgiram durante o ano de 2020 e quais oportunidades foram perdidas, para assim criar novas estratégias de alcance de seus produtos e serviços.

Por exemplo, empresas de jardinagem e paisagismo precisaram se adaptar e pensar em novas formas de vendas para o ano que vai começar.

2. Integração de setores

Uma das principais alterações neste ano que está chegando é a integração entre os times de vendas e marketing. Manter esses dois times trabalhando juntos pode ser um grande potencializador de negócios, gerando novas oportunidades e estratégias adequadas.

Ambos os setores estão diretamente envolvidos no sucesso comercial de uma empresa, mas muitas vezes é difícil encontrar harmonia para o trabalho em equipe.

Isso porque um ambiente de rivalidade costuma ser criado entre as áreas, que começam a acreditar que uma é responsável pelos resultados da outra.

Esse tipo de situação deve ser contido e controlado pela área de gestão, que estabelecerá um ritmo de trabalho amigável entre os setores, permitindo que eles se complementem e gerem resultados muito mais satisfatórios.

Assim como outros negócios, empresas de etiqueta de segurança, por exemplo, precisam de todo um conjunto entre as habilidades de vendas e marketing para criar um plano adequado.

Esse intercâmbio de informações é fundamental para o alavancamento de uma empresa, principalmente em um momento tão delicado quanto o que nós vivemos.

Isso porque, por conta do isolamento social, a criação de leads se torna uma peça-chave na construção de uma oportunidade de venda. Entretanto, de nada adianta encontrar pessoas interessadas se a equipe de vendas não formalizar a negociação.

3. Observe sempre o ROI

O ROI é uma sigla para “Return on Investment”, ou Retorno Sobre Investimento em português. Essa é uma ferramenta importante para qualquer estratégia de marketing, pois avalia os resultados adquiridos com as ações aplicadas durante um determinado período.

Isto é válido tanto para retorno financeiro quanto para benefícios, como contratações ou engajamento maior entre o público.

Com isso, você pode melhorar sua habilidade de tomada de decisões, compreendendo melhor os resultados atingidos anteriormente e quais elementos podem ser aprimorados para o ano que virá.

4. Aposte na tecnologia

Em 2021, o grande diferencial de qualquer empresa será o apoio da tecnologia. Isso porque o distanciamento social nos força a pensar em soluções online para qualquer tipo de problema, e quanto mais opções remotas forem possíveis, melhor.

Na questão administrativa, diversos recursos já podem ser feitos usando aplicativos online de celular ou em computadores. Mesmo o operacional pode acabar sendo afetado pelos efeitos da pandemia, tendo a necessidade de contato reduzida.

Por isso, é importante identificar quais aplicações e programas serão mais adequados para sua empresa, conseguindo assim unificar todos os processos, bem como compreender as necessidades atuais de seus clientes, que mudaram com tudo o que está acontecendo.

Softwares e sites de venda surgem também como uma alternativa que tenta desburocratizar o processo de negociação, apresentando soluções mais simples e interessantes para o mercado, sem prejudicar a venda.

Imagine, por exemplo, uma gráfica, neste caso uma boa forma de vender adesivo refletivo é através da internet, gerando muito mais possibilidades.

Identificar seus clientes através da internet pode parecer um processo complexo, mas hoje em dia existem diversas ferramentas de apoio tanto para sua equipe de marketing quanto para a de vendas.

As redes sociais, por exemplo, são um excelente local para conseguir identificar seu público-alvo e criar uma rede de relacionamento entre consumidor e marca, com publicações constantes e interessantes para o público.

Existe hoje a possibilidade de, até mesmo, realizar transações financeiras dentro das próprias redes. Isso porque muitas delas já identificaram as necessidades das empresas nessa nova etapa. 

Considerações finais

Portanto, é primordial compreender que o mundo mudou desde março de 2020. A pandemia nos fez enxergar um novo modo de viver, e aqueles que não se adaptarem terão poucas chances de continuar efetivos no mercado.

Buscar novas formas de fazer negócios é mais do que um simples interesse em nichos específicos, é parte integral de manter a saúde financeira de seu empreendimento e continuar existindo no mercado.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

eBook Aprenda como aumentar sua taxa de conversão no funil de vendas
Clique na imagem e ganhe seu ebook grátis!
Compartilhe em suas redes sociais...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *