Como vender mais usando as redes sociais

Na atualidade, já é um fato que existe uma grande parcela de pessoas que estão conectadas às redes sociais através de dispositivos móveis, tais como tablets, computadores e celulares. Tanto isso é verdade que, segundo dados de uma pesquisa realizada pela empresa eMarketer, uma em cada três pessoas utilizam ou já utilizaram alguma rede social.

Tais informações mostram a maneira como essas plataformas digitais estão integrando cada vez mais a vida das pessoas e as suas respectivas relações pessoais e de trabalho. Além disso, outro estudo feito pela ComScore mostra que o Brasil é um dos países que possuem a população que mais passa tempo lendo e produzindo conteúdo dentro do Facebook.

Tudo isso demonstra que as redes sociais não podem ser ignoradas pelas empresas, as quais podem obter grandes lucros com as estratégias digitais corretas. Marcas dos mais variados setores, desde lojas de ferramentas até empresas de engenharia civil em SP, por exemplo, podem estar inseridas dentro das redes sociais.

Nesse sentido, o texto abaixo irá abordar sobre o conceito de redes sociais e como elas podem ser utilizadas para as estratégias de divulgação das empresas.

Qual a importância das redes sociais

As redes sociais são, de fato, uma grande febre dos dias atuais. Isso decorre do fato de que elas visam cumprir um objetivo principal: ampliar e otimizar as relações entre as pessoas. Portanto, essas plataformas digitais podem funcionar como ótimos canais de comunicação, proporcionando certas ações comerciais que não eram possíveis antigamente.

É por essa razão que as empresas estão investindo muito forte para construir uma imagem positiva dentro das redes sociais. Além disso, esses canais digitais promovem um tipo de contato não existente antes. Em outras épocas, a comunicação criada pelas empresas estava pautada em uma via de mão única.

Ou seja, a fala saía apenas das marcas e ia direto para o ouvido dos consumidores. Já nos dias de hoje, com as redes sociais, os clientes podem ter voz e utilizam as ferramentas digitais para se expressarem e se comunicarem com as empresas. Dessa maneira, certas ações, como fazer reclamações, tirar dúvidas e enviar sugestões tornaram-se mais fáceis devido às redes sociais, as quais possuem campos como a seção de comentários para os consumidores.

Essa é uma vantagem considerável tanto para as empresas quanto para os clientes, visto que, enquanto as pessoas podem obter mais acesso a informações a respeito de um produto que elas desejam, as marcas conseguem captar feedbacks do seu desempenho dentro do mercado.

Assim, a página de uma empresa que presta serviços de instalação de sistema de incêndio, por exemplo, consegue avaliar a qualidade do seu trabalho por meio do registros de reclamações em seu perfil oficial.

Outra novidade das redes sociais na atualidade é que elas vêm recebendo ferramentas e dispositivos para facilitar ou realizar vendas virtuais. Isso já ocorre em plataformas como o Facebook, o qual possui um marketplace próprio (ou seja, um espaço onde os usuários podem colocar produtos à venda).

Outros aplicativos, como o Instagram, possibilitam que certos perfis insiram links dentro das fotos que direcionam os usuários para espaços de compra próprios. Com isso, as empresas conquistam uma grande vantagem para as suas respectivas imagens: a ação de interagir e de se fazer acessível para as pessoas, rompendo aquela ideia de distanciamento entre vendedor e cliente.

Como ocorre a divulgação dentro das redes sociais

Divulgar qualquer tipo de conteúdo nas redes sociais, seja ele relacionado a empresa ou aos seus produtos, pode ser feito por meio de duas maneiras principais: de maneira orgânica ou paga.

Isso quer dizer que as informações podem alcançar os usuários de uma rede social tanto por meio das páginas e perfis que eles seguem quanto através de investimentos que estendem o limite de alcance de certas publicações.

Assim, se uma página de uma empresa que instala sistema de energia solar, por exemplo, publicar um vídeo em seu perfil sem impulsionamento pago, há poucas chances desse conteúdo alcançar um número grande de pessoas dentro da sua rede de seguidores.

Essa característica está presente em quase todas as redes sociais e são justificadas por elas como uma maneira de melhorar a experiência do usuário. Isso porque, na visão dos desenvolvedores, se todas pessoas vissem as postagens de todo mundo que elas seguem, haveriam milhares de conteúdos a serem vistos e tal fato não daria aos usuários a oportunidade de ver um pouco de cada contato seu.

Pode-se dizer que o alcance das postagens de uma empresa sobre raspagem de piso de madeira, por exemplo, pode ser menor do que o esperado.

Contudo, existem estratégias que podem ser utilizadas para superar o limite de alcance e otimizar a distribuição orgânica de conteúdos, as quais se resumem em:

  • Descobrir o público de uma marca;
  • Definir a meta da empresa;
  • Montar um planejamento eficiente;
  • Conhecer as estratégias dos concorrentes;
  • Manter uma periodicidade;
  • Criar uma relação com o público;
  • Desenvolver ações criativas;
  • Ampliar as redes.

Definindo os planos da empresa dentro das redes sociais

Antes de se posicionar como um personagem forte e influente dentro dessa parte das redes sociais, as marcas precisam definir os seguintes itens sobre a sua comunicação:

  1. Para quem será falado?
  2. O que será falado?
  3. Quando será falado?
  4. Onde será falado?

1) Desenvolvendo uma persona

O desenvolvimento de uma persona nada mais é do que a ação de estudar e definir um tipo de pessoa que seria considerada o consumidor ideal de uma empresa. Contudo, isso não pode ser feito apenas com o uso das informações básicas proporcionada por outros conceitos, como o de público-alvo (o qual engloba idade, sexo, classe social, localização geográfica, entre outros dados a espeito de clientes), mas também por meio de características comportamentais íntimas.

Portanto, ao definir sua persona, uma marca precisa estar atenta aos exemplos de dados sobre os seus consumidores:

  • Os seus gostos;
  • O seu trabalho;
  • Os seus hobbies;
  • Os seus interesses;
  • Os seus sonhos.

Exemplo de persona

Para elucidar a questão da persona, podemos pensar em uma desenvolvida por uma empresa distribuidora de ferramentas: sua persona chama-se Carlos, de 54 anos. Ele é engenheiro mecânico e trabalha constantemente com a manutenção de máquinas. O seu sonho é poder ter uma oficina apenas sua dentro de casa. Carlos é bastante interessado em vários tipos de máquinas, como trens, guindastes e carros. Por isso, ele está constantemente acessando as redes sociais para ler conteúdos de revistas especializadas em consertos, ferramentas e máquinas.

2) Gerando conteúdos

Uma empresa não pode crescer dentro das redes sociais caso não defina quais as suas metas para aquele tipo de plataforma. Só assim, será possível criar estratégias corretas tendo em vista o público esperado.

A melhor maneira de se posicionar corretamente dentro das redes sociais é por meio da única forma de ação presente nelas: as postagens. Por isso, é essencial que as marcas publiquem conteúdos próprios ou compartilhem de outros para chamar a atenção de cada vez mais pessoas. Elas irão buscar saber mais sobre certas informações e, consequentemente, podem acabar topando com os produtos de uma empresa.

Um exemplo pode ser a página oficial de uma empresa que presta serviços de limpeza de piso de madeira. Ela pode criar postagens no Facebook falando sobre os benefícios de se manter os pisos de madeira limpos. Caso alguém se interesse pelo assunto, essa pessoa estará mais próxima de conhecer os serviços dessa empresa.

3) Mantendo a presença

É de suma importância que uma empresa esteja sempre em atividade postando constantemente. Assim, quanto mais uma página de rede social publica conteúdos agradáveis e interessantes, maior é o seu alcance.

Portanto, as marcas devem montar um planejamento semanal ou, até mesmo, mensal, criando, por exemplo, posts diários para manter o engajamento de seus seguidores ao abordar diferentes assuntos.

Uma empresa que realiza conserto de portão eletrônico, por exemplo, pode definir qual tipo de conteúdo será postado em determinados dias para continuar nutrindo os seus seguidores e potenciais clientes.

4) Aumentando o número de redes

Dependendo do caso, uma empresa pode optar por utilizar diferentes plataformas e redes sociais diferentes para publicar os seus conteúdos. Com isso, é possível atingir um determinado público de maneiras diversas, podendo ampliar a rede de contatos de uma marca.

Todavia, deve-se ficar atento a respeito dos limites das ações de cada rede social, já que o tipo de conteúdo publicado dentro do Facebook pode não ser o mesmo do Instagram, por exemplo.

Nesse sentido, uma marca especializada em revestimentos metálicos não pode compartilhar o mesmo vídeo de 4 minutos no Instagram, já que essa rede social suporta apenas conteúdo de no máximo um minuto.

Dessa forma, tendo em vista as informações citadas acima, verifica-se que as redes sociais são, hoje, uma ferramenta fundamental para o posicionamento das marcas dentro da internet. Isso porque os meios digitais cada vez mais estão fazendo parte da vida das pessoas.

Portanto, essa é uma maneira que as empresas possuem para conquistar uma notoriedade ainda maior, adaptando-se às novas formas de se comunicar para demonstrar inovação. Assim, as marcas conseguem se destacar perante os seus concorrentes.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

5 dicas para ter sucesso como gerente comercial
Clique na imagem e ganhe seu ebook grátis!
Compartilhe em suas redes sociais...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *