Saiba como utilizar chatbots em sua estratégia

Os chatbots já são uma realidade dentro das estratégias de marketing digital e saber como utilizar chatbots para atrair e qualificar novos leads é fundamental para quem busca aumentar as vendas.

De acordo com o Facebook IQ, o Brasil é um dos países que mais adota a automatização de conversas. Com mais de 2 bilhões de mensagens enviadas pelo Messenger, a respeito de negócios.

Em 2017, mais de 60 empresas criaram 8 mil bots, que trocaram cerca de 500 milhões de mensagens por mês.

Atualmente, esse número é muito maior, devido à popularização da tecnologia.

Sendo assim, adotar os chatbots como estratégia de marketing é uma das maneiras de se fazer presente na nova configuração do mercado digital.

Além disso, há muitas vantagens em automatizar mensagens, tanto para as empresas quanto para os clientes.

No artigo de hoje, vamos falar um pouco mais sobre como utilizar chatbots para ter sucesso nas estratégias de marketing e quais as vantagens dessa tecnologia.

Chatbots: saiba mais sobre a tecnologia e os seus benefícios

Os chatbots, como o próprio nome já diz, são robôs desenvolvidos a partir de um software de comunicação automatizada, que recebem e enviam mensagens, consolidando um chat com pessoas em redes virtuais.

Por exemplo, ao entrarmos em um site de consertos de equipamentos e enviarmos uma mensagem sobre manutenção de elevadores, em um box de bate-papo, provavelmente seremos respondidos por um chatbot.

O recurso utiliza inteligência artificial e machine learning, tecnologias de ponta, que possibilitam o aprendizado do robô. Dessa forma, em cada conversa, os chatbots conseguem interagir melhor com as pessoas.

Vale dizer que nem sempre os chatbots trabalham com inteligência artificial e machine learning. Em alguns casos, as mensagens automatizadas se baseiam em regras de programação, que fornecem algumas informações aos usuários.

Quando isso ocorre, há uma grande semelhança com os SAC (Serviços de Atendimento ao Consumidor) de telefone, mas ao invés de fazer uma ligação perguntando sobre a catraca eletrônica preço em oferta, o cliente faz isso diretamente em um canal online.

E quais as vantagens dos chatbots?

Os chatbots abriram novas possibilidades de comunicação entre os clientes e a empresa.

Em um mundo cada vez mais conectado, faz sentido procurar alternativas de interação online, reduzindo os contatos via telefone.

Desse modo, as pessoas podem entrar em contato com o seu negócio pelo Messenger, Skype, WhatsApp, bem como diretamente no site da empresa, em programas especializados em mensagens automatizadas.

Uma das principais vantagens está na rapidez do atendimento. Afinal, quando alguém pergunta a respeito do valor de um saco de gesso, em um e-commerce de materiais de construção, o robô responde na mesma hora.

Com isso, o cliente tem uma experiência muito melhor, o que pode influenciar na decisão de compra. Além disso, outras vantagens dos chatbots são:

  • Atendimento fora dos horários comerciais;
  • Nenhum cliente é “ignorado”;
  • Melhora o relacionamento com os consumidores;
  • Aproxima mais a empresa do cliente.

Além disso, vale ressaltar que os chatbots também coletam informações e dados dos usuários, sendo mais fácil direcionar as estratégias de marketing.

Quer dizer que, ao verificar que uma pessoa tem preferência por chuveiro elétrico 110v, a partir do armazenamento de dados do chatbot, a empresa pode oferecer esse produto específico, bem como outros relacionados.

Todos esses benefícios dos chatbots podem ser incorporados à sua estratégia de marketing digital, contribuindo para o crescimento do negócio e o aumento das vendas.

6 dicas de como utilizar chatbots em sua estratégia de marketing digital

Depois de conhecer todos os pontos positivos dos chatbots, fica difícil não aplicar a tecnologia no atendimento ao cliente.

Entretanto, é necessário planejar corretamente a aplicação do software, para que a automatização de mensagens realmente traga bons resultados para o seu negócio.

Pensando nisso, separamos algumas dicas de como utilizar chatbots em sua estratégia de marketing digital. 

1 – Conheça o seu público-alvo

Saber quem é o seu cliente, como ele se comporta e quais as suas preferências é o ponto de partida para qualquer estratégia em marketing digital, incluindo os chatbots.

Afinal de contas, ao conhecer o seu público-alvo, é possível orientar como o atendimento será feito, bem como a linguagem e a personalização das mensagens.

Por exemplo, quem procura por exames toxicológicos normalmente são profissionais do ramo de RH (Recursos Humanos), já que algumas empresas pedem esse teste para fins de contratação e acompanhamento de colaboradores.

Portanto, a linguagem usada neste caso é diferente de um chatbot de atendimento em uma loja de roupas para crianças. Ou seja, não só o produto ou serviço é diferente, mas também o perfil dos consumidores e, consequentemente, as maneiras de atendimento.

2 – Use quizzes no seu chatbot

Os quizzes são excelentes formas de construir um bom relacionamento e interatividade com o seu público.

Apesar de não serem o foco dos chatbots, eles podem ser ampliados na divulgação de campanhas e na entrega de conteúdos diferenciados.

Por exemplo, quando um cliente entra em contato, via chatbot, para saber mais a respeito de um disjuntor para energia solar, a tecnologia pode entregar a informação e, adicionalmente, um quiz sobre sustentabilidade, relacionando com o uso de energia solar.

Os quizzes também ajudam a despertar a curiosidade dos leads (potenciais clientes) e os mantêm por mais tempo no site, algo que pode ajudar na conversão de vendas.

3 – Personalize a experiência do cliente

Avançando um pouco mais nas dicas de como utilizar chatbots. Uma das maneiras de conquistar o público e contribuir com a experiência de compra é por meio da personalização de mensagens.

De acordo com pesquisas 71% dos internautas preferem os anúncios e informações personalizados e direcionados aos seus interesses.

Os chatbots com inteligência artificial e machine learning são capazes de realizar isso facilmente, respondendo mensagens com o nome do cliente e de acordo com as preferências do usuário.

Isto é, ao entrar em contato com uma empresa a respeito de um grampeador tapeceiro, o chatbot não somente responde com o nome do interessado, mas também, oferece diversas opções em produtos, ofertas e pagamentos.

Vale dizer que, é nesse momento, que se dá a coleta de informações a respeito do visitante.

Futuramente, esses dados podem orientar novas estratégias, como o e-mail marketing, criação de anúncios patrocinados em redes sociais, entre outras.

A personalização também é uma forma de fidelizar os clientes. Por exemplo, depois de comprar um certo produto, o consumidor pode entrar novamente em contato com a empresa. Para um bom relacionamento, mesmo com o chatbot, é necessário saber quais foram as compras anteriores.

Desse modo, tem-se um diálogo contínuo e o público se sente lembrado pela empresa.

4 – Ofereça outras possibilidades de atendimento

Embora os chatbots estejam cada vez mais populares no mercado, há clientes que ainda preferem o atendimento por telefone ou, até mesmo on-line, porém com uma conversa direta com vendedores e colaboradores.

Isso ocorre especialmente em casos específicos, em que o cliente deseja ser informado por algo bastante singular.

Por exemplo, ao perguntar sobre como é feito o serviço de ergonomia para motoristas, o usuário pode querer a opinião de um especialista, não um robô.

Sendo assim, vale a pena oferecer outras possibilidades de contato com os leads, sem se limitar à automatização de mensagens.

Vale dizer que os chatbots são uma ferramenta e, por esse motivo, não se dispensa a conversa direta entre vendedores e clientes.

Em vista disso, lembre-se de colocar outras formas de contato para o público e também ofereça a opção de atendimento direto com uma pessoa responsável.

5 – Abra um canal de vendas online

Os chatbots também abrem a possibilidade de vendas online, diretamente em uma conversa com o cliente, sem que ele precise sair do bate-papo para efetuar a compra.

De certa maneira, esse é um modo de encurtar a jornada de compra do cliente, o que pode influenciar diretamente na tomada de decisão do consumidor.

Sendo assim, depois que um cliente perguntou sobre um produto ou serviço específico, faça com que o chatbot já abra um canal de vendas, nem que seja com a disponibilização do link para o carrinho de compras.

Muitas empresas não somente orientam seus chatbots no oferecimento de produtos, mas também, possibilitam a realização de pagamentos diretamente no canal de comunicação (os próprios robôs enviam boletos, fazem pagamentos com cartão, entre outros).

Vale dizer que os chatbots são uma espécie de “vendedores virtuais”, portanto, nada mais estratégico do que colocar todas as etapas de compra dentro deste canal.

6 – Aplique os chatbots nas redes sociais

Finalizando as dicas sobre como utilizar chatbos. Algumas redes sociais, como o Facebook, possuem recursos próprios para o envio de mensagens automatizadas.

Assim, de modo simples, sem a necessidade de programador, a sua empresa pode responder os clientes com o auxílio de chatbots.

Por esse motivo, verifique se as redes sociais do seu negócio são que nem o Facebook e, em caso afirmativo, invista na criação de respostas automáticas nesses canais.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimentowww.guiadeinvestimento.com.br – onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Compartilhe em suas redes sociais...Share on Facebook
Facebook
Tweet about this on Twitter
Twitter
Share on LinkedIn
Linkedin
Email this to someone
email

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *